Home
UFCG
Universidade Federal de Campina Grande
CEEI
Centro de Engenharia Elétrica e Informática
DEE
Departamento de engenharia Elétrica

Como Estudar

"Como Estudar Física" de David R. Hubin e Charles Riddell, foi publicado pelo Learning Skills Center, Univ. do Texas em Austin, em 1977. Uma revisão foi feita por Lawrence C. Shepley, Departamento de Física, Univ. do Texas, Austin, TX 78712. Essa é a versão compilada da revisão feita por Lawrence C. Shepley.

Obtendo uma visão prévia da disciplina    


Para obter um visão prévia:

1. Examine os tópicos do curso (disciplina) cuidadosamente. Procure por temas sublinhados ou padrões no qual o curso (disciplina) é desenvolvido e como esse curso serve para os outros cursos (disciplinas).

2. Prefácio do Livro texto:

 A. Leia a introdução e o sumário
 B. Leia qualquer nota para o estudante (ou professor) que são incluídos no prefácio.
 C. Verifique os tópicos do curso (disciplina) para ver quais os capítulos a serem vistos e os que serão omitidos. Se eles não estão na mesma ordem do sumário, você poderia ver algum motivo para a decisão de seu professor em mudar a ordem de apresentação?

À medida que você tem essa visão prévia do curso (disciplina) no começo do período, procure por temas e princípios. Fixe em alguns problemas. Como são importantes os temas ilustrados nesses problemas?

Participação efetiva na sala de aula
Antes de cada aula:

1. Verifique os tópicos do curso (disciplina) ou tarefa de leitura para Ter uma idéia do que será visto. Prepare uma visão prévia das seções do livro texto que se aplica à matéria a ser vista. Essa visão prévia melhorará a sua habilidade de acompanhar a aula, pois você terá visto a nova terminologia e reconhecerá sinais que o ajudarão a se integrar nas aulas de forma a ter uma visão geral.

2. Leia a introdução e o sumário de capítulos relevantes e olhe para os tópicos das seções e subseções. Tente formular questões em sua mente sobre os assuntos a serem vistos. Essa formulação de perguntas lhe ajudará a manipular e portanto a entender melhor a matéria.

3. Examine as figuras e os desenhos. Tente determinar que princípios eles ilustram.

4. Faça notas de novas palavras, novas unidades de comprimento, afirmações de leis gerais, e qualquer outro novo conceito.

5. Não sublinhe ou marque qualquer texto, já que você ainda não sabe o que será enfatizado pelo instrutor.

6. Escreva antes da aula, verifique as notas da última aula. Lendo suas notas lhe preparará para escutar as novas aulas de física como parte de um curso (disciplina) integrado e lhe ajudará a ver o desencadear dos assuntos.

Durante a aula:     

1. Chegue na hora certa e saia apenas no final da aula. Às vezes os professores dão sugestões nos primeiros e nos últimos minutos da aula. Infelizmente, nestes momentos várias pessoas não estão presentes.

2. Faça boas anotações. O uso de abreviações vai lhe ajudar. Tenha consigo uma lista de abreviações usadas para posterior consulta. Deixe margens para posteriores comentários e questões, ou escreva em apenas um lado do papel para usar o lado oposto para comentários e questões.

3. Quando você copiar desenhos, o faça com bastante cuidado. Você não deve apenas copiar o esboço, mas também pontos importantes que o professor ressaltou oralmente sobre o diagrama.

4.Se você está atrasado em suas anotações, deixe um espaço e continue. Você pode completar suas anotações mais tarde com ajuda de um monitor ou com o seu livro.

5. Faça perguntas. Não tenha vergonha de fazer perguntas ao seu professor. Muitos professores dependem da participação dos alunos para ajudá-los a impor o ritmo da aula. Obviamente pode acontecer que o professor não responda plenamente à pergunta feita, ou então cometa um engano ao escrever algo no quadro.

Lendo seu livro texto    

1. Faça uso da leitura prévia que você fez antes da aula. Novamente, dê uma olhada rápida nos pontos importantes do capítulo. Reflita sobre os pontos discutidos na aula e nas questões que você deve ter formulado.

2. Leia os problemas primeiro. Se problemas específicos não forem marcados, selecione alguns e dê uma olhada neles. Criticamente veja que princípios parecem ser os mais significantes do capítulo. Baseado em sua revisão anterior da aula e na sua examinação dos problemas, tente criar questões em sua mente que você gostaria que o capítulo respondesse.

3. Leia atentamente formulando questões em sua mente. Leia o livro com um lápis e papel perto de você para escrever suas questões e anotações. Se você achar que não esta lendo atentamente, novamente dê uma olhada nos problemas e nas notas de aula. Leia para aprender, não apenas para cobrir o material.

 4. Pare periodicamente e reveja o material que você leu. É uma boa idéia ler o material em voz alta e especialmente acrescentar notas do livro texto nas margens das suas notas de aula.

5. Durante a leitura você encontrará seções, equações ou idéias que se aplicam diretamente aos problemas marcados. Depois de ler uma seção pare e analise sua aplicação aos problemas. A sequência de ler e resolver um problema faz parte do ciclo questão -> resposta -> questão. Isto ajudará você a achar saídas que não seriam possíveis apenas com a leitura, mesmo com uma leitura cuidadosa. Leitura passiva consiste simplesmente em seguir a cadeia de idéias do texto. Leitura ativa envolve também a exploração das possibilidades do que está sendo lido. Combinando as questões que são inerentes na resolução de um problema com sua leitura, você aumentará sua concentração enquanto estiver lendo e sua habilidade de lembrar e aplicar o material lido.

Em uma prova, você deve resolver problemas em um tempo limitado. Portanto, quando você terminar de resolver um problema em casa, pratique-o resolvendo-o cada vez mais rápido, para que você aumente sua velocidade e sua confiança na resolução.

Quando você terminar um problema, você deve estar apto, algum tempo depois, a ler a solução e entende-la sem olhar o texto. Você deve portanto, resolver o problema incluindo uma descrição do que é pedido, o princípio que você aplicou, e os passos que você fez. Se quando você ler sua própria resposta para o problema encontrar um passo que não entende, então você deve ter omitido um passo necessário para o desenvolvimento lógico da solução, ou precisa escrever notas mais extensas para lembrá-lo das razões de cada passo.

Um certo tempo é gasto escrevendo soluções bem descritas para os problemas. Escrever o que você está fazendo e pensando irá atrasá-lo um pouco, mas quanto mais importância você der a esta ação, mais perto você estará de ser um expert no assunto. Você será pago com a certeza de não estar esquecendo uma informação essencial. Estas notas garantem uma revisão excelente do material para uma prova.

Preparação efetiva para a prova     

Aqui estão alguns princípios:
       Na semana anterior ao exame, siga os três passos abaixo. Estes passos devem lhe dar uma idéia razoável do que tem sido relevado e no que se pode esperar para ser explirado.

1. Revise suas anotações e cheque o sumário do curso. Seu objetivo nesse ponto é ter certeza que voçê sabe o que tem sido enfatizado.

2. Releia as soluções dos problemas resolvidos. Lembre-se que estas soluções, se completas, irão mencionar princípios básicos ou leis.

3. Revise os capítulos assinalados. Novamente, seu propósito neste estágio inicial de preparação para a prova é ter certeza que você sabe quais os tópicos ou princípios que tem sido enfatizados.

A partir desta rápida revisão, crie uma lista de temas, e tipos de problemas que você espera ser explorado. Se houver exemplares de exames anteriores disponíveis, dê uma olhada, mas não suponha que somente os tipos de problemas anteriores serão incluídos. Definitivamente o trabalho em conjunto é válido neste estágio.

Revise ativamente. Não se satisfaça com um simples reconhecimento de um princípio. Busque conhecimentos modernos que você será capaz de relacioná-los e usá-los em situação de teste. Tente observar todas as maneiras possíveis que em princípio possa ser aplicado. Novamente, o trabalho em conjunto ajuda, explicar coisas para os outros(assim como ter os outros para explicar coisas para você).

A preparação efetiva para a avaliação envolve interação entre problemas resolvidos, as aulas, as anotações e o texto. Revise ativamente, incluindo testes próprios, onde você cria seus próprios problemas que envolvem um combinação de princípios. Você precisa ter ecrteza que pode fazer problemas sem consultar suas anotações ou o livro texto. Pratique formular problemas usando tanto o tipo direto quanto o convencional, para ver qual você está mais acostumado.

Lembre-se que as provas incluirão uma variedade de diferentes problemas. É desejável que você faça menção a uma prova e diga, "Eu sei como fazer problemas sobre atrito tão bem, que apesar deles terem sido questionados de uma forma estranha, eu pude reconhecê-los e resolvê-los.